Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
Expediçao Rio Negro e Rio Amazonas 5 Dias
Expediçao Rio Negro e Rio Amazonas 5 Dias

 P

Expedição Amazonas, Rio Negro e Parque Nacional de Anavilhanas

 

5 DIAS (4 noites)

Saída pelas 10:00h

 

Uma expedição que combina a navegação pelo Rio Amazonas o rio mais largo e caudaloso do mundo, o Rio Negro o maior rio de águas negras do mundo e o Parque Nacional de Anavilhanas.

 

O Rio Negro é o maior rio de águas negras do mundo com mais de 1.800km de comprimento, nasce na Colômbia, atravessa a Venezuela e desemboca na Grande Amazónia, Brasil.

 

Todo um labirinto de lagos e canais afluentes que formam o maior arquipélago fluvial do mundo Mariua e Anavilhanas, habitados por uma grande variedade de plantas e animais únicos neste ecossistema tão especial.

 

A inundação periódica das orlas dos seus bosques e das suas ilhas cria diversos habitats que servem de refúgio e lugar de reprodução para as diversas espécies animais.

 

Programa base:

 

Primeiro dia:

 

Embarque pelas 10:00h na Marina do David.

 

Apresentação do barco distribuição dos camarotes e pequena reunião explicando os objectivos da expedição assim como as principais normas de segurança no barco, nos passeios de canoa e caminhadas na selva que efectuaremos durante a viagem.

 

Navegando pelo Rio Negro descemos o rio em direção à confluência entre os rios. Durante esta primeira parte do cruzeiro terá a oportunidade de ver a cidade de Manaus a partir do Rio. A praia de Punta Negra, a Ponte sobre o Rio Negro, as favelas e os Bairros de São Raimundo, a Fábrica de cerveja, o Teatro da Amazónia, o Porto flutuante, o Mercado Municipal, o terminal pesqueiro e a zona industrial.

 

No encontro das águas podemos observar o fenómeno incrível a junção das grandes águas dos dois rios que dão origem ao grande rio Amazonas.

 

Navegamos até às casas flutuantes da Ilha de Paracuba, onde teremos a oportunidade de pescar o maior peixe de água doce do mundo, o gigante Pirarocu (pesca sem morte), e as temíveis piranhas vermelhas da Amazónia. No lago de pesca da piranha vermelha.

 

A partir daqui navegaremos (em função do nível do rio) através dos canais das ilhas para observar a fauna e flora típicas do Rio Solimões (Amazonas).

 

Continuando a navegar nas águas do rio Amazonas para observar as casas dos nativos, plantações, animais domésticos, e pequenas aldeias, descendo após a Paracuaba, para o Parque ecológico do Lago Janauary. Navegamos ao longo dos lagos da várzea formada a partir das inundações periódicas do Rio Amazonas.

 

Aqui vamos poder observar diversas espécies de aves, macacos e répteis.

 

Ao fim da tarde início da noite teremos o Jantar.

 

Segundo dia:

 

Depois do Café da Manhã sairemos navegando com as pequenas canoas para observar a fauna e flora sendo um dos pontos de maior interesse o nenúfar gigante da Amazónia. Nenúfar gigante Vitoria Regia. A árvore gigante Samaúma e os pássaros existentes por todo o Parque.

 

Continuamos a navegar pelo Rio Negro até ao Rio Tarumancinho. Na Vila Paraíso podemos regressar ao tempo de 1900, na altura reconhecido como Seringal e todo o processo de extracção da borracha, como numa viagem através da história da colonização do Brasil e especialmente da Amazónia.

 

Cerca das 16:00/17:00 passaremos em Manaus na Marina do David para desembarque dos viajantes que realizam só a expedição de dois dias.

 

Terceiro dia:

 

Atravessando a zona mais estreita e profunda do Rio Negro com mais de 150 metros de profundidade na estação seca podemos tomar banho na água das suas belas praias de areia branca.

 

Na Reserva do Sítio Palmeral, caminhada na selva da reserva Ecológica no sítio do Palmeral, às portas do parque Nacional do Arquipélago de Anavilhanas.

 

Acompanhados pelo guia nativo teremos a oportunidade de conhecer muito mais sobre sobre a flora e fauna própria do Rio Negro. No interior da selva teremos oportunidade de aprender técnicas de sobrevivência, caça, recolha de frutos silvestres, medicina tradicional tão importante para estas culturas Amazónicas.

 

O Parque Nacional do Arquipélago de Anavilhanas trata-se do segundo maior parque fluvial do mundo formado por mais de 450 ilhas com inúmeros canais e lagos interiores.

 

Pela noite realizaremos um passeio em pequenas canoas pelos pequenos canais e lagos do arquipélago com o objectivo de escutar e observar a fauna selvagem, pássaros, anfíbios, peixes, etc.

 

Quarto dia:

 

Navegamos pelo Parque Nacional do Arquipélago da Anavilhanas. Trata-se do maior arquipélago fluvial do mundo formado por mais de 450 ilhas com inúmeros canais e lagos interiores, formando uma área de conservação com uma fauna e flora especialmente adaptada às inundações periódicas que constituem um ecossistema único e muito especial do bosque inundado Igapo.

 

Entramos no Rio Mucuras e navegaremos com pequenas canoas pelo igapo, bosque inundado.

 

Depois de almoço navegaremos até à aldeia de Terra Preta, conhecendo a aldeia apreciaremos o seu artesanato e visitaremos uma das suas construções tradicionais a Maloca, casa comum construída de palha, onde o bruxo realizava os seus rituais com plantas de “poder” que conetavam o índio com os seus espíritos ancestrais, permitindo assim transmitir o seu conhecimento oralmente às gerações mais jovens, rituais de cura, etc.

 

Teremos também oportunidade de observar os campos de cultivo da mandioca, base da sua alimentação e as suas rudimentares casas de madeira onde vivem atualmente.

 

Depois de atravessarmos a grande bacia da margem direita do Rio Negro vamos até ao Rio Ariau pequeno rio de águas barrentas com uma fauna e flora própria deste tipo de rios da Amazónia. Chegando ao anoitecer continuamos a observar a fauna.

 

Quinto dia:

 

Levantamo-nos cedo para ver nascer o sol. Depois do Café da Manhã faremos uma pequena viagem de canoa motorizada pelo rio Ariau onde é frequente observar as iguanas, águias-pescadoras, garças, macacos e outros animais, assim como a majestosa árvore gigante a samaúma.

 

Na canoa vamos pescar as terríveis piranhas vermelhas da Amazónia e regressaremos ao barco para iniciar a viagem de volta para Manaus. Teremos para o almoço um prato de comida regional.

 

Se o nível da água o permitir e tivermos tempo vamos dar um mergulho numa das praias de areia branca que se formam no Rio Negro durante a estação seca.

 

Toda a expedição é realizada à medida, longe dos destinos mais comuns com o objectivo de experimentar e sentir a verdadeira Amazónia.

 

Com a intençao de deixar  dentro de cada viajante uma experiência única na maior floresta tropical do planeta no sistema fluvial da Grande Amazónia.

 

Serão sempre conduzidos por guias profissionais e conhecedores de cada canto desta maravilha natural e fantástica que é a Amazónia, especificamente o Rio Negro, sempre orientados e atendidos no barco Lo Peix com uma tripulação amigável e bem treinada.

 

Desembarque após o almoço cerca das 14:00/15:00h em Manaus na Marina do David.

 

Actividades Opcionais:

 

Banho com golfinhos rosa da amazónia no Lago Acajatuba.

Neste local existe um grupo familiar de golfinhos com um relacionamento muito franco com a presença do homem, brincando e comendo à mão. Uma família que vive nas margens do lago tem uma relação muito particular com estes golfinhos. É uma excelente oportunidade para ver de perto e tomar banho com estes inteligentes e simpáticos golfinhos de água doce.

 Atividade regulada por IBAMA