Sites Grátis no Comunidades.net
Expediçaô Parque Nacional de Jau
Expediçaô Parque Nacional de Jau

 

Expedição ao Parque Nacional de Jaú

 

7 DIAS (6 noites)

Saída pelas 10:00 e regresso 7º dia pelas 14:00/15:00h.

 

O Parque Nacional de Jaú é o maior Parque Nacional do Brasil, uma floresta tropical e húmida que continua intata.

 

Localizado entre os municípios de Novo Airão e Barcelos no Norte da Amazónia na bacia do rio Negro.

 

Atualmente o paraíso ecológico é conhecido como unidade modelar de Conservação da Amazónia, que com a Reserva do Parque Nacional de Anavilhanas, a Reserva Mamirauá e Amanã, formam o grupo de reservas de desenvolvimento sustentável e o maior corredor biológico preservado no Brasil e um dos maiores do mundo na floresta equatorial com mais de 5,7 milhões de hectares.

 

O Parque preserva a maior conta de águas negras do mundo, a bacia do Rio Negro. A cor escura advém pois as águas provêm de fontes que fluem de terras muito antigas, ricas em ferro, taninos de folhas e restos de vegetais. As águas especialmente ácidas criam um sistema especialmente único e muito especial com a flora e fauna adaptadas a estas características únicas.

 

A topografia é bastante diversificada e contém áreas alagadas de igapó (floresta inundada), planícies, morros, mangues, rios e florestas de terra firme. Banhado pelos Rios Negro, Jaú, Carabinani, Unini, Pauini e Canauaru, o Parque de Jaú também concentra várias cascatas de beleza única.

 

A fauna e a flora selvagem e protegidas de caçadores e pescadores onde a sua população vive com os poucos recursos que a floresta disponibiliza, só são permitidas algumas atividades de subsistema, um verdadeiro paraíso ecológico, ainda altamente conservada, onde os visitantes são rigorosamente controlados, facilitado pelo facto do seu único acesso só ser possível pelo meio fluvial.

 

Programa base:

 

Durante 7 dias navegaremos pelo Rio Negro, pelo desabitado Parque Nacional do Arquipélago de Anavilhanas e pelo Rio Jaú.

 

Realizando passeios em canoa no bosque inundado, visitando aldeias, caminhando na selva e efectuando passeios noturnos em canoas, etc.

 

A primeira parte da Expedição contém as actividades que desenvolvemos na Expedição ao Parque Nacional de Anavilhanas. Navegando por entre as várias ilhas visitaremos as cavernas do Índio Madada. Um local pouco frequentado por turistas.

 

Navegaremos até ao Rio Aturia e aqui atravessamos a reserva indígena dos índios Waimiri-Atroari e entraremos no Parque Nacional de Jaú.

 

O Parque Nacional de Jaú é a maior área protegida da América do Sul e o maior parque florestal de água doce do mundo, um lugar onde a natureza é soberana. Esta é uma área protegida muito extensa onde a presença humana é escassa e são só permitidas actividades de subsistência. Dentro do Parque não é permitida caça, pesca, extração de madeira, ou qualquer actividade que possa prejudicar o meio ambiente.

 

Realizamos passeios em canoa pelos diversos afluentes e lagos para poder conhecer mais profundamente a fauna e a flora servindo o Lo Peix como Hotel base.

 

Se o nível das águas o permitir visitaremos uma área de inscrições rupestres (petreoglifos), grandes pedras onde os índios esculpiam as cenas das suas vidas, figuras humanas.

 

Saindo do Parque visitaremos também a cidade de Airao Velho fundada por missionários no Século XVII, abandonada e refundada como Airao uma antiga cidade da borracha, hoje engolida pela selva tropical donde o seu último habitante Ciara nos contará algumas das suas velhas e tenebrosas histórias desta antiga cidade perdida na selva há mais de 4.000 anos.

 

Esta e outras surpresas tornam esta Expedição muito especial a um lugar de natureza exuberante, protegida por rigorosas leis ambientais, onde a presença humana é escassa e poucos turistas têm tempo suficiente para efectuar este cruzeiro.

 

Apesar da grandiosidade e importância do Parque Nacional do Jaú, os pontos turísticos são escassos, só podem ser alcançados por barco e é necessária uma autorização especial do IBAMA (Ministério do Meio Ambiente), por esse motivo é necessário definir com antecedência esta Expedição ao Parque de Jaú.